sábado, 25 de junho de 2011

BELARMINO por Sara Menck


Para B.J.M


Solidão: momento em que o estado de espírito,
ou o próprio espírito mergulha no deserto.
Tudo se faz árido,
seco,  triste, vago. 


Um olhar, ou a
 
impressão de um sorriso
é o oásis que se desfaz no mesmo instante do devaneio.


Não vem o abraço
Não há o encontro!


Só a ele pertence a angústia,
A espera e o eterno tardio da chegada
E o  querer demais  e o jamais encontrar.


E o vazio se faz presente
 no menor e singelo desejo de acertar o passo
 no bom,  no melhor,
ou apenas no lugar certo da vida.


A espera é longa
e  nunca se alcança o chegar...


Tornam-se quentes demais o sentir e o desistir
...

...Ao fim,
 resta apenas a  vontade imensa de agarrar o fio da esperança...



Ah! só  entende bem essa esterilidade e desabitação do deserto
quem já por ele passou !!

Quem nele já viveu!!
Sara Maria em 25/06/2011.




4 comentários:

  1. Respostas
    1. Noemi, perdoe a demora.... Obrigada, querida!! Bjs

      Excluir
  2. Oi Sara.
    Vc não me conhece. Sou estudante de letras e queria pedir autorização para usar o seu texto em minhas aulas?
    Posso?

    Adorei seu blog

    Camila
    milalaudares@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila,
      Como te respondi por e-mail, espero que tenha dado certo. bjs.

      Excluir